Senta que lá vem a história...

A velha promessa do ano novo: você tem 365 novas oportunidades para fazer o seu ano valer a pena e ZZzzZzzz...

O fato é: não é o ano que tem que valer a pena, afinal temos um segundo por vez a ser vivido. (Desculpe leitor, mas esse texto vai ser recheado de clichês).

Eu comecei esse texto para escrever sobre minhas propostas de ano novo e sobre o #projetodri365, mas nesse exato momento estou num vôo praticamente vazio voltando para casa depois de passar 11 dias ao lado da minha família, especialmente perto do meu sobrinho, que tem 5 meses. Nas poltronas a minha frente estão sentados avó e neto em sua primeira viagem de avião. 

Uma comissária do vôo começou a conversar com o menino, que deve ter no máximo 8 anos, e decidiu presenteá-lo com um assento na janela. Faz uns 20 minutos que estamos voando e as mãozinhas dele não desgrudaram até agora do vidro, observando a beleza do dia nublado que está lá fora. 

Que presente para inciar 2018 esse menino ganhou.

Eu já estava admirada pela atitude do dia, já tinha começado a escrever sobre a simplicidade do gesto, mas o melhor ainda estava por vir. São 07:53 da manhã do primeiro dia do ano e posso dizer que se depender das experiências de hoje, as pessoas tornarão 2018 leve, doce, gentil.

Percebendo o encanto do menino com a janela do avião, a comissária novamente se dirigiu a avó, perguntando se ela possuia celular que tira foto. A senhora, muito simples, disse que não.  Então, com o verdadeiro intuito de tornar o primeiro vôo do menino inesquecível, a comissária perguntou se alguma das pessoas que os esperam na cidade de destino possuía "celular que tira foto" e a senhora disse que sim.Então, tirou fotos com seu próprio celular para encaminhar para alguém da família da criança que pudesse mostrar para o menino quando ele chegar ao destino, prometendo ainda uma foto na cabine de comando assim que o avião pousar. 

Quando eu era criança, me lembro bem da ansiedade quando se aproximava alguma novidade. Passava dias perguntando quanto tempo faltava para determinado fato acontecer. Imaginem comigo as expectativas desse menino para hoje e o quanto essa comissária conseguiu tornar ainda mais importante esse dia. 

Atitudes fazem cada segundo da vida mais interessante e trazem a  esperança de que dá pra fazer a diferença, simplesmente fazendo o pouco, muito pouco, do que está ao nosso alcance. 

Bem vindo, 2018!



Nenhum comentário:

Postar um comentário